Banco de obras - Estrutura de Concreto

Banco de obras

Os sistemas construtivos à base de cimento estão presentes na maioria das obras brasileiras. Conheça algumas dessas realizações e veja por que elas se destacam.

Os empreendimentos deste Banco de obras são representativos do uso das diversas tecnologias à base de cimento, seja pelo pioneirismo, ousadia ou prática correta do sistema. Confira.


Mansão Ville Imperial

Mansão Ville Imperial
Sistema Construtivo: Estrutura de Concreto

Localização: Salvador/BA

Conclusão: 2004/2005
Uso: Residencial
Torres: 1
Pavimentos: 24

Observações: A estrutura moldada in loco empregou concreto de 30 MPa bombeável. Essa escolha resultou em peças mais esbeltas, com melhor adaptação da estrutura ao projeto arquitetônico, caracterizado por formas curvas. A estrutura do tipo reticulada vigada implicou em menor quantidade de pilares e vigas e resultou em panos de laje de aproximadamente 6 metros, o que assegurou flexibilidade à planta. A obra empregou fôrmas de painel compensado de 18 mm, escoramento metálico e cimbramento com pinos. Nas fundações, estacas metálicas, trilhos TR68, TR37 e TR25 e sapatas na periferia. Na alvenaria de vedação, blocos de concreto revestidos externamente por pastilhas.


• Arquitetura: Carlos Campelo Arquitetos Associados
• Projeto estrutural: Murilo Miranda Engenheiros e Arquitetos Associados
• Fundação: Gercom Engenharia
• Construção: Sarti Mendonça Engenharia
 


Edifício Giorgio Vasari

Edifício Giorgio Vasari
Sistema Construtivo: Estrutura de Concreto

Localização: Belo Horizonte/MG

Conclusão: 2004/2005
Uso: Residencial
Torres: 1
Pavimentos: 13
Unidades: 52
Observações: Optou-se neste prédio pela estrutura plana nervurada com vigas de bordo visando a flexibilidade de plantas (5 opções). O projeto das fôrmas indicou o sistema Topec (SH Fôrmas) para as lajes dos pavimentos-tipo e fôrmas de polipropileno para a estrutura do subsolo. O concreto usinado atingiu 25 e 30 MPa, conforme o ponto de aplicação; e a mão-de-obra coube a terceiros, por empreitada. Cerca de 20% da obra apresentam fundações profundas em estacas tipo Strauss e os 80% restantes empregam hélice contínua, método rápido, limpo e mais seguro.


• Arquitetura: Dávila Consultoria e Projetos
• Projeto estrutural: Bedê Consultoria e Projetos
• Fundação: Engenharia Geotecnia e Fundações (EGF)
• Construção e incorporação: Arco Engenharia
 


Residencial Arq. Domingos Tadeu Baptista

Residencial Arq. Domingos Tadeu Baptista
Sistema Construtivo: Estrutura de Concreto

Localização: Goiânia/GO

Conclusão: 2004/2005
Uso: Residencial
Torres: 1
Pavimentos: 23
Observações: Nesta obra, a FR utilizou pela primeira vez estrutura plana nervurada com viga de bordo, feita com fôrmas plásticas, opção que oferece grande flexibilidade arquitetônica e praticidade na montagem. As fundações são do tipo tubulão e o concreto varia de 15 a 50 MPa. O sistema de vedação é a alvenaria de blocos de concreto, que proporciona mais facilidade de modulação, entre outras vantagens. Mão-de-obra própria executou no canteiro, com base em projeto, as fôrmas de madeira, assim como o corte e a dobra de armação. Escoramento e reescoramento foram metálicos, também executados conforme projeto.
• Arquitetura: Isabel Cristina Rabelo Jácomo
• Projeto estrutural: Francisco Helder Vale Martins e Marcos Paulo e Silva
• Fundações: Carlos Vaz de Campos e Guilherme Gomes Almeida
• Construção e Incorporação: FR Incorporadora
 


Edifício Pedro Passos Residence

Edifício Pedro Passos Residence
Sistema Construtivo: Estrutura de Concreto

Localização: Florianópolis/SC

Conclusão: 2006
Uso: Residencial
Torres: 1
Pavimentos: 11
Unidades: 55
Observações: Com 12.823 m² de área total, a construção empregou concreto usinado com resistência de 30 MPa. Nos pavimentos-tipo e no ático, a estrutura é plana nervurada com vigas de bordo; nas garagens, plana protendida, também com vigas de bordo. A alvenaria de blocos de concreto foi a opção para a caixa de escada e hall de entrada. As obras empregaram sistemas mistos de fôrmas confeccionadas na obra (madeira e compensado) e de escoramento (metálico e eucalipto). As fundações são do tipo sapatas.

 

• Arquitetura: José Luís Yakimura
• Projeto estrutural: Estrutural Engenharia / DO Engenharia – Sérgio Doniak
• Fundações: MP
• Incorporação, Construção e Planejamento: Beco Castelo
 


  • 1