Notícias

Alvenaria Estrutural, São Paulo

ABCP e UFSCar lançam livro Parâmetros de Projeto de Alvenaria Estrutural com Blocos de Concreto

  

Auditório da ABCP cheio durante o lançamento do livro (dir.) organizado pelo prof. Guilherme Parsekian (primeiro à direita, de terno azul, na primeira fila)

Engenheiros projetistas e construtoras de todo o Brasil ganharam uma ferramenta estratégica para seus projetos de edificações em alvenaria estrutural com blocos de concreto. Na quarta-feira, 2 de maio de 2012, a ABCP e a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) lançaram o livro "Parâmetros de Projeto de Alvenaria Estrutural com Blocos de Concreto", um manual de melhores práticas para projeto de edifícios de alvenaria estrutural.

Organizado pelo prof. dr. Guilherme Parsekian, da UFSCar, o livro contou com total suporte da Comunidade da Construção e da ABCP, que mobilizaram projetistas de várias partes do país para integrar uma comissão de especialistas renomados, a fim de debater e selecionar práticas de projeto que pudessem ser adotadas como padrão de referência para o sistema. O lançamento ocorreu na sede da ABCP, em São Paulo, durante o Encontro Mensal da Abece (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural), entidade parceira da Comunidade da Construção.

Eliminando gargalos à produtividade
O engenheiro Claudio Oliveira, gerente de Inovação e Sustentabilidade da ABCP, lembra que o projeto nasceu por volta de 2009, com a retomada da revisão da então obsoleta norma de projeto e execução de alvenaria estrutural (NBR 8798/1985). "Por conta da reformulação da norma, já víamos a necessidade de criar um manual com esclarecimentos", lembra ele.
A partir dessa constatação, a proposta de um livro de melhores práticas ganhou força em 2010, "depois que uma pesquisa apontou o projeto como um gargalo para a melhoria da produtividade da alvenaria estrutural", explica a engenheira Glécia Vieira, coordenadora nacional da Comunidade da Construção. "Surgiu então a ideia de reunir e consolidar as melhores práticas de projeto com esse sistema construtivo, para que fossem compartilhadas com todos os projetistas", completa.

O prof. dr. Guilherme Parsekian, organizador do livro, explica que as pesquisas e estudos mais avançados relacionados à alvenaria estrutural começaram em 1940/50, quando o meio técnico passou a estabelecer a racionalização do sistema. Desde então, a alvenaria tem passado por uma constante evolução e aprimoramento, como demonstra a nova publicação. "Esse trabalho é o resultado da experiência de diversos projetistas de renome e representa escolhas e parâmetros mais adequados para o projeto", avalia. Segundo ele, "o livro extrapola a atual norma técnica (ABNT NBR 15961-1 - Alvenaria estrutural - Blocos de concreto - Parte 1: Projeto)", pois explica em detalhes muitas de suas recomendações.
Para o projetista Arnoldo Wendler, membro da Comunidade da Construção e participante ativo do grupo de autores, "o trabalho traz benefícios para os projetistas e também para os construtores, pois todos podem adotar os detalhes recomendados no livro e melhorar seus projetos", cabendo ao projetista mostrar à construtora que esses detalhes são uma boa prática de mercado. "Procuramos colocar no livro todos os detalhes que são consenso entre os projetistas e que trarão um bom funcionamento da alvenaria e, portanto, uma redução de patologias", explica Wendler.

A alvenaria estrutural com blocos de concreto é hoje em um dos principais métodos construtivos utilizados nos empreendimentos do programa Minha Casa Minha Vida, atingindo quase 60% das unidades em produção, segundo Glécia Vieira. Por conta dessa importância, a Comunidade da Construção pretende transformar o conteúdo do livro em curso, a fim de promover a capacitação de profissionais.

O livro será distribuído ao meio técnico de duas formas: como publicação impressa, disponível para venda pelo valor de R$ 15,00 nos sites da ABCP (www.abcp.org.br/conteudo/products-page) e da editora da UFScar (www.editora.ufscar.br); e em formato eletrônico (PDF), disponível para download gratuito no site da Comunidade da Construção (http://www.comunidadedaconstrucao.com.br/upload/ativos/286/anexo/manualpara.pdf).

Compartilhe essa notícia