Polos - Salvador - Ciclos

1º Ciclo - Salvador

A Comunidade da Construção foi proposta ao mercado local em junho de 2002, por meio de um workshop e de um seminário sobre o conceito do projeto Comunidade da Construção e seu funcionamento. Este foi o início do 1º Ciclo de Atividades da Comunidade de Salvador, encerrado em junho de 2004. Os trabalhos envolveram os Programas Obra Emblemática e Melhorias de Desempenho, ambos abordando o tema Fôrmas e Escoramento.

O passo seguinte foi a implantação do Conselho da Comunidade de Salvador, grupo que incluiu 20 representantes de todos os elos da cadeia construtiva. Nesse primeiro momento, o papel do conselho foi traçar o diagnóstico do mercado local e identificar as ações futuras.

Dentro do Programa Obra Emblemática, a Comunidade monitorou a construção da estrutura de concreto do edifício Mansão Ville Imperial, finalizada em agosto de 2003. O objetivo desse programa é propor medidas de melhoria pontuais com base no diagnóstico das práticas da construtora. Para o Programa Melhorias de Desempenho, a Comunidade elegeu o tema Fôrmas e Escoramentos, que foi trabalhado em três frentes: pesquisa comparativa, acordo setorial e estudo de caso.

Os resultados da Obra Emblemática são resumidos pela Matriz de Desempenho. Essa ferramenta de avaliação é aplicada no início da obra, considerando as práticas construtivas empregadas pela empresa, e no final dos trabalhos, depois de implementada parte dos pontos de melhoria combinados com a construtora. A Sarti Mendonça Engenharia obteve nota 55,75 na matriz inicial e 66,38 na matriz final, desempenho superior a 19%. Entre os resultados do Programa de Melhorias destacam-se a definição de parâmetros para a contratação de empreiteiros de serviços de fôrmas e escoramentos e a disponibilização dos resultados da pesquisa, o que resultou para o mercado em uma ferramenta para comparação de resultados obtidos no canteiro.