Parede de Concreto

Logística

Toda atividade industrial depende, em diferentes graus de importância, da eficiência de seus processos produtivos. A construção civil não é diferente. A criatividade de um projeto arquitetônico e a engenhosidade das soluções propostas - sejam elas de caráter estrutural, funcional ou espacial, entre outras possibilidades - dependem de uma execução bem-feita e economicamente viável.

Conheça algumas recomendações de processos que poderão ajudar sua empresa a aprimorar suas atividades executivas, tirando melhor proveito do sistema Parede de Concreto. Tais recomendações foram tiradas da realidade das obras que utilizam esta tecnologia e interessam, especialmente, às áreas de:

  • Suprimentos
  • Projetos
  • Planejamento
  • Obras

Processos

Padronização dos projetos das unidades

RECOMENDAÇÕES

  • Padronização – em projeto arquitetônico – das unidades habitacionais
  • Aproveitamento das simetrias

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS

  • Otimização no custo das fôrmas, pela quantidade a ser fabricada e número de utilizações
  • Possibilidade de diminuição do número de jogos de fôrmas
  • Facilidade na conferência e controle

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS

  • Perda de racionalização das fôrmas e consequente aumento do custo desse item
  • Perda de cadência e produtividade
  • Indução de erros ao longo do processo
  • Aumento das perdas de materiais

Detalhes das características do concreto

RECOMENDAÇÕES
a) Escolha do material em função da tipologia da obra, geometria das peças, logística, disponibilidade de insumos, atendimento às necessidades de projeto, condições de lançamento e adensamento.

b) Atenção à classe de concreto mais adequada ao empreendimento (celular, com agregado leve, com alto teor de ar incorporado, convencional e autoadensável).

c) Variáveis importantes que devem constar no projeto:

  • Resistência na desforma (Fcj)
  • Resistência característica (Fck)
  • Teor de fibras (se cabível)
  • Prazo mínimo para desforma
  • Classe de agressividade
  • Massa específica no estado fresco
  • Teor de ar incorporado (se cabível)

d) Considerar a importância do controle tecnológico do concreto, sendo imprescindível o acompanhamento das condições do material no estado fresco e endurecido. Consultar norma específica, o projetista estrutural e o tecnologista.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Racionalização na concretagem
2) Diminuição das perdas
3) Garantia do desempenho projetado para a estrutura
4) Garantia dos custos orçados
5) Diminuição dos riscos de ocorrência de patologias

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Perda de produtividade na concretagem
2) Aumento das perdas de material
3) Riscos para a qualidade
4) Riscos de sobrecustos

Projetos de produção

RECOMENDAÇÕES

  • Definição: projetos específicos voltados diretamente à produção, com graus de detalhamento e simplificação que facilitem o entendimento nas frentes de trabalho.
  • Fundações: gabaritos, locações das telas e paredes, instalações, rebaixos e detalhes específicos.
  • Projeto de Fôrmas: sequência de montagem, identificação das peças, escoramento residual.
  • Projeto de Instalações: locações, posicionamentos, caminhos dos eletrodutos, materiais.
  • Esquadrias: identificação das peças, posicionamentos, medidas, vãos, esquema de montagem e fixação, acabamentos.
  • Segurança: equipamentos, materiais, proteções, dispositivos e comportamentos de segurança.
  • Coberturas: detalhes, identificação das peças, sequência de montagem, equipamentos, acessórios.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Racionalização no trabalho
2) Redução do risco de erros
3) Maior produtividade
4) Mais qualidade

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Indefinições e dúvidas
2) Demora para execução do serviço
3) Possibilidade de erros
4) Dificuldade na conferência

Compatibilização de projetos

RECOMENDAÇÕES
Promover de forma estruturada, ainda na fase de concepção dos projetos, reuniões de compatibilização que envolvam os responsáveis por todas as disciplinas de projetos. Esse trabalho poderá ter liderança da própria construtora, ou ser desenvolvido por consultoria especializada. Poderá ser utilizada uma matriz, que envolva os detalhes e interfaces entre os projetos.

Exemplo:

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Racionalização no trabalho
2) Redução do risco de erros
3) Maior produtividade
4) Mais qualidade

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Indefinições e dúvidas
2) Decisões tomadas no momento da execução por pessoas não habilitadas
3) Demora para execução do serviço
4) Possibilidade de erros
5) Dificuldade na conferência

Ciclo

RECOMENDAÇÕES
Estudar os ciclos de produção das paredes de concreto, tendo como parâmetros as seguintes variáveis:
a) Curva de aprendizagem e treinamento da mão de obra
b) Tipologia da obra
c) Projetos de fôrmas: complexidade e produtividade esperada
d) Incidência de chuvas ou outras interrupções da produção
e) Segurança
f) Equipamentos envolvidos (produtividade, paradas para manutenção, disponibilidade)
g) Suprimentos: compras, fornecimento, entregas, disponibilidade
h) Logística: movimentação de materiais e estocagens

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Planejamento detalhado dos ciclos, com previsões reais das variáveis
2) Melhor controle do avanço físico
3) Controle dos processos
4) Identificação dos pontos de intervenção no caso de ajustes do processo

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Desvio de planejamento
2) Descumprimento de prazos
3) Falta de materiais e outros recursos
4) Instabilidade na gestão da mão de obra
5) Perda de cadência de produção e baixa produtividade

Plano de ataque

RECOMENDAÇÕES
a) Faseamento: trata de como o empreendimento será dividido em fases de execução, para que sejam planejadas as etapas e todos os recursos. É importante que esse estudo seja feito criteriosamente, para que não haja desvios físicos e financeiros. Muitas das variáveis que orientarão o faseamento serão fornecidas pelas características definidas pela Incorporação (datas de entrega, necessidades específicas, fluxo de caixa, documentações, liberações, aspectos jurídicos etc.).

b) Sequência Executiva: deve ser definido e planejado o encadeamento de cada etapa construtiva. Isso envolverá questões de logística, suprimentos, acessos, prazos, jogos de fôrmas, volumes de concreto, equipes, aço e todos os materiais e recursos envolvidos. A sequência executiva deverá atender também às demandas de Incorporação (prazos e recursos).

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Planejamento detalhado
2) Melhor controle do avanço físico e dos recursos financeiros
3) Controle dos processos
4) Identificação dos pontos de intervenção no caso de ajustes do processo
5) Clareza das providências a serem tomadas. Redução de riscos

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Desvio de planejamento
2) Descumprimento de prazos
3) Falta de materiais e outros recursos
4) Instabilidade na gestão da mão de obra
5) Riscos de perda de controle dos custos
6) Perda de cadência de produção e baixa produtividade

Mão de obra

RECOMENDAÇÕES

Efetivo
A mão de obra para execução das paredes de concreto pode ser vista sob dois enfoques. O primeiro considera as clássicas funções da construção civil, quais sejam: carpinteiros (fôrmas), armadores (aço e tela), instaladores (elétrica embutida), pedreiros (concretagens e reparos) e os ajudantes.

Entretanto, mediante um planejamento e estratégias estruturadas, os trabalhadores podem ser preparados para assumir várias atribuições, em função de cada etapa produtiva. Isso requer treinamento e negociação com a força de trabalho. Neste enfoque, os trabalhadores seriam definidos como “montadores”.

Pelas características deste processo, é interessante que as equipes sejam formadas com a presença de pelo menos um “puxador”, aquele membro que lidera naturalmente a equipe, organiza e motiva os parceiros. Também é fundamental que toda a equipe receba treinamento específico para os serviços, e trabalhe sob o regime de tarefas, em que as metas e ganhos são claramente negociados e definidos.

Produtividade
O sistema Parede de Concreto possibilita que a sua competitividade seja potencializada pela produtividade da mão de obra. As principais variáveis que afetam a produtividade da mão de obra são a tipologia da obra, o projeto de fôrmas, o projeto das armaduras, instalações, processos e treinamento aplicado.

Apenas como referência, seguem abaixo alguns indicadores de mão de obra, tratando-se de fôrmas de alumínio:

  • Montagem de fôrmas = 18 a 25 m2/dia/homem (por face de fôrma)
  • Armação = 60 m2 de parede/dia/homem
  • Instalações elétricas embutidas = 80 m2 de parede/dia/homem

Obs: esses valores são mera referência, podendo sofrer variações em função de diversas variáveis.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Aumento da produtividade
2) Melhor controle do avanço físico
3) Controle dos processos
4) Remuneração negociada e justa, o que reduz riscos de conflitos
5) Aumento da segurança do trabalho (faz parte da negociação das tarefas)
6) Equipe “enxuta”

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Riscos na produtividade e cadência de produção
2) Descumprimento de prazos
3) Sobrecustos
4) Instabilidade na gestão da mão de obra
5) Problemas de segurança

Suprimentos

RECOMENDAÇÕES
Como o sistema de paredes de concreto tem como características ciclos rápidos, atividades concatenadas e interdependência entre etapas, é importante que haja uma dinâmica de suprimentos ágil e estruturada. Isso requer planejamentos específicos, a saber:

  • Planejamento de Compras: com informações oriundas dos projetos e da obra, para que haja tempo hábil para uma boa cotação e negociação.
  • Planejamento de Entregas: em função das necessidades da obra e da forma de entrega do fornecedor (lotes, pacotes etc.).
  • Planejamento dos Estoques: em função da velocidade de consumo, tipo de insumo e local de uso.

Insumos
Em função do tipo de insumo, prazo de aplicação e local de uso, os insumos poderão ser entregues e estocados em lugares distintos:

  • Pré-Produção: insumos que serão beneficiados antes de irem às frentes de serviço. É o caso das telas soldadas (corte e dobra) ou kits de hidráulica e elétrica. Pode ser criado espaço específico no canteiro para esse fim.
  • Frentes de Trabalho: pode haver um planejamento integrado junto ao fornecedor, de modo que alguns insumos sejam enviados em quantidade exata diretamente às frentes de serviço. É o caso de portas prontas, louças, metais etc.
  • Almoxarifado Central: nele serão armazenados insumos de consumo variável, a granel, ferramentas, EPI etc. Ele ainda pode armazenar um estoque de segurança (“pulmão”) daqueles insumos que são entregues diretamente às frentes.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Compatibilização das rotinas de suprimentos com as da obra
2) Estabelecimento dos prazos para uma boa compra e negociação
3) Redução do risco de compras erradas
4) Definição de responsabilidades
5) Descentralização dos insumos
6) Entregas just in time e redução dos estoques
7) Racionalização dos tempos produtivos da mão de obra
8) Redução dos deslocamentos e movimentação de materiais
9) Redução nas perdas dos materiais
10) Facilidade no controle dos estoques e consumos

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Possibilidade de compras inadequadas ou mal negociadas
2) Grande movimentação de materiais
3) Perda de materiais
4) Perda de produtividade
5) Controle deficiente nos estoques e consumos

Controles

RECOMENDAÇÕES
Os controles possuem dois objetivos: Controlar/ter domínio dos processos e reunir elementos para promover ajustes e calibragens na operação. Principais controles do sistema Parede de Concreto:
a) Avanço físico (em sintonia com o planejamento executivo da obra)
b) Consumo de concreto
c) Consumo de aço (tela e vergalhão)
d) Produtividade da mão de obra
e) Controle tecnológico (aço, concreto e demais materiais eleitos pela construtora)
f) Controle da qualidade (com parâmetros previamente estabelecidos pela construtora)

Obs.: os controles econômicos e financeiros são estabelecidos de acordo com a sistemática e rotina de cada construtora.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Facilidade no controle dos estoques e consumos
2) Definição de responsabilidades
3) Domínio e melhoria nos processos
4) Garantia de desempenho dos materiais empregados
5) Garantia da qualidade do produto

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Perda de materiais
2) Perda de produtividade
3) Controle deficiente nos estoques e consumos
4) Problemas de gestão e qualidade

Equipamentos

RECOMENDAÇÕES

Equipamentos de Transporte
Devem ser dimensionados de acordo com a tipologia da obra, a implantação do empreendimento e os tipos de materiais considerados.

a) Movimentação horizontal
Deve-se adotar – na medida do possível – o conceito de industrialização do processo, em que a movimentação de materiais é feita mecanicamente, minimizando o esforço humano. Algumas sugestões de equipamentos de movimentação horizontal:

b) Movimentação vertical
Definir os equipamentos mais adequados para cada material, levando em consideração as quantidades, prazos, cargas e riscos.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Racionalização dos trabalhos
2) Aumento da produtividade
3) Diminuição das perdas
4) Economia de espaços

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Baixa produtividade
2) Riscos de segurança
3) Aumento das perdas de materiais
4) Utilização da mão de obra para atividades não produtivas

Equipamentos de Armazenamento
Recomenda-se sempre que possível a entrega dos insumos diretamente na frente de serviço, já nas quantidades certas de consumo. Esses insumos poderão ser armazenados em contentores ou contêineres.

Outros equipamentos

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Racionalização dos trabalhos
2) Aumento da produtividade
3) Diminuição das perdas
4) Economia de espaços

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Baixa produtividade
2) Riscos de segurança
3) Aumento das perdas de materiais
4) Utilização da mão de obra para atividades não produtivas

Materiais

RECOMENDAÇÕES
Os materiais a serem considerados no sistema Parede de Concreto podem ser divididos em duas naturezas, de acordo com a fase da obra:

a) Fase de estrutura

  • Tela soldada (painéis e complementos)
  • Vergalhão
  • Painéis de fôrmas e acessórios
  • Concreto
  • Materiais elétricos embutidos
  • Gabaritos diversos
  • Espaçadores e distanciadores plásticos
  • Pequenos materiais e ferramentas
  • Outros

b) Fase de acabamentos

  • Materiais de impermeabilização
  • Materiais de pintura
  • Materiais elétricos (acabamentos e fiação)
  • Materiais hidráulicos
  • Fechamentos de shafts
  • Cerâmicas e rejuntes
  • Portas e ferragens
  • Louças e metais
  • Bancadas e cubas
  • Esquadrias (alumínio e aço)
  • Pequenos materiais e ferramentas
  • Outros

O Planejamento Logístico deverá considerar os consumos e períodos de utilização, para que sejam dimensionadas as compras, as entregas e os estoques, visando a racionalização dos processos.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Visualização de todos os recursos envolvidos
2) Diminuição das perdas de materiais
3) Controle dos processos (especialmente suprimentos e execução)
4) Garantia da produtividade e dos ciclos

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Desorganização no processo de suprimentos
2) Descumprimento de prazos
3) Falta de materiais e outros recursos
4) Descontrole nos processos
5) Perda de cadência de produção e baixa produtividade

Consumos

RECOMENDAÇÕES
Eleger – conforme critérios da própria construtora – os materiais cujos consumos devam ser definidos e controlados. O importante é ter o domínio do consumo destes materiais ao longo do tempo planejado de utilização, para que sejam “alimentadas” as seguintes atividades do processo:

  • Planejamento de compras
  • Planejamento de entregas
  • Planejamento do estoque central
  • Planejamento de entrega diretamente nas frentes de serviço
  • Planejamento das movimentações horizontais e verticais

Além disso, o domínio do consumo de alguns materiais será de grande auxílio no controle de sua utilização e das perdas, e também na possibilidade de ajustes de processo.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Visualização de todos os recursos envolvidos
2) Diminuição das perdas de materiais
3) Controle dos processos
4) Garantia da produtividade e dos ciclos

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Desorganização no processo de suprimentos
2) Descumprimento de prazos
3) Falta de materiais e outros recursos
4) Descontrole nos processos
5) Perda de cadência de produção e baixa produtividade

Estoques

RECOMENDAÇÕES
O dimensionamento dos estoques deve considerar as seguintes variáveis: tipo e características do insumo, consumo em relação ao planejamento, sistemática de entrega pelo fornecedor e forma de movimentação. Podem ser avaliados sob dois conceitos:

a) Frentes de Trabalho
Local flexível, junto à frente de produção. Os materiais são entregues diretamente pelos fornecedores, ou são transportados sob demanda e vindos do Almoxarifado Central. Em ambos os casos é recomendado um esforço de planejamento para que os materiais cheguem no regime just in time. Esses locais de estocagem têm em geral as seguintes características:

  • Materiais em quantidade específica para utilização, conforme planejamento de consumo definido.
  • Insumos organizados em “kits” pré-preparados e em quantidade exata para uso.
  • Materiais de apoio, como pequenas ferramentas, EPI, projetos, acessórios, materiais de reposição etc.

Além de existirem equipamentos adequados a esse uso (contentores e contêineres), pode-se planejar a utilização de cômodos de unidades já executadas para esse fim.

b) Almoxarifado Central
Local fixo, planejado dentro da implantação do canteiro de obras. Os materiais são entregues diretamente pelos fornecedores. Esse local de estocagem tem em geral as seguintes características:

  • Armazenamento de materiais a granel
  • Estoque "pulmão" de materiais considerados na frente de serviço
  • Materiais entregues em lotes fixos pelo fornecedor, em grandes quantidades
  • Além destes, o almoxarifado central armazena ferramentas, EPI, materiais de apoio, materiais de escritório etc.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Racionalização dos trabalhos
2) Aumento da produtividade
3) Diminuição das perdas
4) Economia de espaços e controle

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Baixa produtividade
2) Riscos de segurança
3) Aumento das perdas de materiais
4) Utilização da mão de obra para atividades não produtivas
5) Falta de controle dos insumos

Vias de acesso

RECOMENDAÇÕES
As vias de acesso são fundamentais no processo logístico, para que os recursos cheguem às frentes de utilização com fluidez, segurança e agilidade. Elas devem ser dimensionadas levando em consideração os seguintes aspectos:

  • Faseamento da obra
  • Plano de ataque
  • Planejamento executivo
  • Consumos
  • Materiais a serem transportados (cargas, cuidados, quantidades)
  • Execução da infraestrutura (movimentação de terra, instalações enterradas, pavimentação)
  • Equipamentos de transporte previstos para cada insumo

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Racionalização dos trabalhos
2) Aumento da produtividade
3) Diminuição das perdas
4) Segurança
5) Controle dos processos

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Baixa produtividade
2) Riscos de segurança
3) Aumento das perdas de materiais

Posicionamento das armaduras

RECOMENDAÇÕES
Em função das informações contidas nos projetos de armadura, devem ser rigorosamente obedecidas em campo as seguintes recomendações:

  • Posicionamento e locação das telas nas paredes e lajes
  • Utilização das telas corretas (posições identificadas em projeto)
  • Emendas (traspasses horizontais e verticais)
  • Verticalidade e geometria dos painéis
  • Ancoragens

Cobrimentos
Deverão preferencialmente ser adotados distanciadores plásticos específicos, que garantirão a centralização das telas nas paredes (no caso de uma malha) ou o cobrimento dos painéis (no caso de duas malhas por parede). Nas lajes, os distanciadores devem garantir o cobrimento das telas positivas.

Cortes
As telas, em paredes que apresentem vãos (portas e janelas), deverão ser posicionadas sem consideração daquelas aberturas. Os cortes serão feitos após o posicionamento de uma face dos painéis de fôrmas, de modo preciso. O material que sobrar poderá ser utilizado em reforços (isso deve ser previsto em projeto).

Vergalhões
Seu uso está associado como reforço nas regiões de maior tensão (previstos em projeto) e também construtivamente como auxílio na fixação e sustentação dos painéis de telas (deve-se garantir a verticalidade durante a montagem).

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Garantia da qualidade
2) Garantia da produtividade
3) Redução do risco de erros
4) Redução do risco de patologias

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Perda de qualidade
2) Perda de produtividade
3) Aumento do risco de erros
4) Risco de manifestações patológicas

Posicionamento das instalações elétricas

RECOMENDAÇÕES
Os projetos específicos de instalações elétricas deverão conter todas as informações sobre o posicionamento e locação dos eletrodutos e caixas. Algumas recomendações importantes para esta fase:
a) Utilização de gabaritos quando se julgar necessário e produtivo
b) Utilização de espaçadores ou distanciadores plásticos específicos
c) Atenção ao cruzamento de eletrodutos – especialmente nas lajes – para não comprometer a espessura de projeto ou o cobrimento estipulado
d) Preferencialmente, deve-se utilizar “kits” prontos e pré-preparados
e) A fixação dos elementos na tela soldada deve ser firme, para que não ocorram deslocamentos durante a concretagem ou adensamento
f) Atenção para que não sejam colocadas duas caixas na mesma posição (para atender dois cômodos vizinhos). Isso acarretará “bicheiras” no concreto e desconforto acústico entre os dois ambientes vizinhos

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Garantia da qualidade
2) Garantia da produtividade
3) Redução do risco de erros
4) Redução do risco de patologias

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Perda de qualidade
2) Perda de produtividade
3) Aumento do risco de erros
4) Risco de manifestações patológicas

Posicionamento das fôrmas

RECOMENDAÇÕES

a) Nivelamento da laje de piso
O nivelamento da laje de piso deve ser perfeito para que se evitem desníveis de topo entre painéis de fôrmas e também problemas com o travamento e alinhamento das peças.

b) Marcação das linhas de paredes
O projeto deve ser seguido rigorosamente. Utilize linhas de náilon e spray ou pó colorido para marcar as linhas na laje.

c) Posicionamento dos painéis de fôrmas
Inicie a montagem pelas paredes da cozinha ou banheiro. É muito importante que todos os painéis sejam identificados (por números ou cores). Procure manter a utilização do mesmo painel na prumada do prédio, ou seja, a mesma posição nos pavimentos superiores. Utilize TODAS as peças de fixação e alinhamento, conforme indicado no projeto específico de montagem das fôrmas.

d) Escoras
Posicione as escoras prumadoras conforme o projeto (espaçamentos), e apoiadas/travadas de forma que não haja qualquer movimentação durante a montagem, concretagem ou adensamento. Posicione as escoras de laje conforme o projeto e atente para a identificação e prazos de permanência das escoras residuais.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Garantia da qualidade
2) Garantia da produtividade
3) Redução do risco de erros
4) Redução do risco de patologias

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Perda de qualidade
2) Perda de produtividade
3) Aumento do risco de erros
4) Risco de manifestações patológicas

Concretagem

RECOMENDAÇÕES

a) Recebimento do concreto
Atenção à conferência do material recebido (documentação, lacre do caminhão, especificações e características do concreto). É necessário o acompanhamento rigoroso caso haja especificação de adição de qualquer material “in loco”, como água ou aditivos. Atenção às condições de trabalhabilidade do material entregue ou pronto para aplicação.

b) Lançamento
Utilize preferencialmente bomba para o lançamento do concreto nas fôrmas (pelo tempo de operação, redução de perdas e garantia da trabalhabilidade do material). Deve-se estudar a interação entre a tipologia da obra, logística, geometria das peças estruturais e plano de ataque. Acompanhe a operação para verificação de eventuais fugas de nata entre os painéis e demais condições do conjunto de fôrmas (alinhamentos, prumos, nivelamentos etc.)

c) Adensamento
O modo de adensamento deve ser definido em função da geometria das peças estruturais, densidade das armaduras e tipo de concreto. Muito cuidado na utilização de vibradores de imersão, pois podem danificar as faces internas das fôrmas, e também promover o deslocamento das instalações embutidas e fixadas nas telas soldadas. Em muitos casos, vibradores de parede podem ser uma boa solução. Aconselha-se o uso de CAA (concreto autoadensável), que prescinde de adensamento. Certifique-se do completo preenchimento das fôrmas, em especial das regiões “confinadas” (sob janelas, por exemplo). A utilização de purgadores é recomendável e deve ser especificada no projeto de fôrmas.

d) Cura
Defina o sistema de cura em função do tipo de concreto e condições climáticas. Devem ser seguidas as normas específicas e consultados o projetista estrutural e o tecnologista.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Garantia da qualidade
2) Garantia da produtividade
3) Redução do risco de erros
4) Redução do risco de patologias

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Perda de qualidade
2) Perda de produtividade
3) Aumento do risco de erros
4) Risco de manifestações patológicas

Desforma

RECOMENDAÇÕES
A desforma deve ocorrer somente quando as condições de projeto estiverem atendidas (por exemplo, quando a resistência mínima do concreto para aquela idade for atingida). Algumas recomendações importantes para esta fase:
a) Obedecer rigorosamente o ciclo de produção definido em planejamento.
b) Verificar junto aos resultados do Controle Tecnológico o atingimento da resistência mínima de desforma.
c) Remover imediatamente após a desforma os resíduos dos painéis de fôrmas, utilizando para isso ferramentas adequadas, que não danifiquem o equipamento (por exemplo espátulas plásticas).
d) Planejar o local de armazenamento dos painéis de fôrmas (e acessórios) após a desforma e limpeza.
e) Deve-se tomar muito cuidado na desforma, para que não se danifiquem os painéis de formas.
f) Muita atenção na identificação e prazos de permanência do escoramento residual. Essa especificação deve estar contida no projeto estrutural e de fôrmas.

ATENDIMENTO – IMPACTOS POSITIVOS
1) Garantia da qualidade
2) Garantia da produtividade
3) Redução do risco de erros
4) Redução do risco de patologias

NÃO ATENDIMENTO – IMPACTOS NEGATIVOS
1) Perda de qualidade
2) Perda de produtividade
3) Aumento do risco de erros
4) Risco de manifestações patológicas